segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Livro novo na estante!

Oi, mergulhadores!

Chegou um livro novo para a minha estante há algumas semanas, mas só agora tirei um tempinho para mostrá-lo a vocês. O livro O Vestido Cor de Pêssego, da autora Rosania A. Stival, veio diretamente de Fátima - Portugal. É o primeiro volume de uma série chamada Hussardos e Dragões. Já postei aqui uma entrevista com a autora e já contei mais detalhes sobre a obra aqui

A autora e eu vínhamos "trocando figurinhas" pelo Facebook há meses. Ela disse que me mandaria um exemplar do primeiro livro da série e eu fiquei muito empolgado. Certa vez, ela me disponibilizou o prólogo e um trecho do primeiro capítulo. De cara, já adorei o aperitivo. Tive que trabalhar minha ansiedade, pois o livro estava vindo de Portugal. Confesso que cheguei a pensar que nunca chegaria, mas finalmente estou com o exemplar em mãos. Obrigado, Rosania!

A autora mandou o exemplar com uma linda dedicatória:

"Ao querido Ygo Maia, que a força das palavras seja a semente que faça florescer em nossas vidas os sonhos que repousam em nossos corações. Com carinho e amizade, Rosania Stival. 
Fátima, 11/10/2016 - Portugal"


segunda-feira, 14 de novembro de 2016

#FLASHES: Bate-papo com Jenny Costa

OI OI OI, mergulhadores!

O post de hoje é um bate-papo com Jenny Costa sobre fotografia. Vamos lá?

Jenny Costa Fernandes (instagram.com/jennycostaf)

Nasceu em Aracati-CE

02 de setembro de 1993

Estudante de Arquitetura e Urbanismo


Mergulhando Na Leitura: O que a fotografia desperta em você?

Jenny Costa: A fotografia desperta em mim uma vontade de contar momentos, evidenciar histórias. Desperta também sentimentos, principalmente nostálgicos.

MNL: Quando você começou a se interessar por fotografia?

JC: Desde criança olhando e analisando os negativos das máquinas analógicas e me divertindo. Fui então captando a emoção que aquelas fotos antigas dos álbuns de família passavam. E assim, aquilo foi despertando meu interesse aos poucos, pois cada vez mais olhar aquelas fotos se tornava algo prazeroso.

MNL: Que equipamentos você utiliza para fotografar?

JC: No momento, apenas uma câmera simples de lente fixa com superzoom (Fujifilm S8200). Às vezes, também fotografo com a câmera do celular no modo manual.

MNL: O que você mais gosta de fotografar? Por quê?

JC: Eu gosto de fotografar momentos em que as pessoas estão interagindo umas com as outras ou mesmo com o ambiente. Nessas situações, é mais fácil obter uma cena em que a pessoa que venha a ver a foto capte o sentimento que está exposto nela, que é o meu objetivo. Porque, para mim, só é verdadeiramente uma arte visual - ou arte, no sentido geral -, quando emoções são geradas na pessoa que está observando, qualquer emoção, isso que é instigante na fotografia. Poder com uma cena obter diversos conceitos, pois cada pessoa interpreta de um jeito diferente.

MNL: Você é estudante de Arquitetura e Urbanismo. Qual a importância da fotografia nessa área?

JC: A fotografia importa na arquitetura, a meu ver, pelo fato de auxiliar na percepção das composições com materiais e na volumetria de uma edificação. Em como fazer a pessoa se sentir parte de um lugar através de sentimentos visuais que essa obra venha a criar.



MNL: Aproveitando essa moda dos signos que estamos vivendo, vamos entrar na onda também. Seu signo (Virgem) é marcado pelo perfeccionismo. Você acha que isso interfere nas suas fotos ou não acredita muito no zodíaco?

JC: Acredito. E sim, interfere demais. Chegando a achar que tenho TOC às vezes (risos). Alinhar o horizonte na cena, usar regra dos terços, técnicas de profundidade e foco, percepção de momento... Sem esses critérios não considero ter criado uma boa foto.
~ Mergulho Rápido ~


MNL: Uma palavra... 
JC: Gratidão!
MNL: Um lugar...
JC: Meu quarto!  
MNL: Uma comida...
JC: Torta alemã!
MNL: Um livro...
JC: O Conde de Monte Cristo!
MNL: Uma música... 
JC: Perfeita Simetria - Engenheiros do Hawaii!

MNL: Canon ou Nikon? 
JC: Canon!
MNL: Colorida ou P&B? 
JC: Depende da foto!
MNL: Horizontal ou vertical? 
JC: Horizontal!
MNL: Com ou sem flash
JC: Sem flash!
MNL: Com ou sem zoom
JC: Sempre com zoom!


segunda-feira, 7 de novembro de 2016

A magia dos sorrisos e risadas - Final

Oi, mergulhadores!

Hoje venho mostrar a terceira e última parte da série sobre a magia dos sorrisos e risadas, presente no livro Desvendando os segredos da linguagem corporal, de Allan & Barbara Pease. Quem perdeu a segunda parte, pode clicar aqui e conferir.

Cinco tipos comuns de sorriso

- O sorriso de lábios cerrados

Os lábios cerrados se distendem em linha reta através do rosto escondendo os dentes. A mensagem enviada é de que a pessoa que sorri tem uma opinião ou atitude secreta, contida, que não quer compartilhar com você. Muito usado pelas mulheres quando não querem revelar seu desagrado em relação à outra pessoa e costuma ser interpretado por outras mulheres como sinal de rejeição.

- O sorriso torto


Neste sorriso, emoções opostas são exibidas por cada lado do rosto. O sorriso torto é característico do mundo ocidental e contém uma única mensagem: o sarcasmo.

- O sorriso de queixo caído


Sorriso treinado. A mandíbula inferior é simplesmente jogada para baixo para dar a impressão de que a pessoa está sorrindo ou brincando. É o sorriso preferido de artistas e políticos. Usado para criar reações alegres e conquistar votos.

- O sorriso de lado olhando para cima

Com a cabeça levemente abaixada e virada para o lado, a pessoa dirige o olhar para cima com um sorriso de lábios entreabertos. Produz um ar juvenil, divertido e misterioso. A princesa Diana costumava usar para cativar os corações das pessoas. Levava os homens a querer protegê-la e as mulheres a querer ser como ela.




- O risinho George W. Bush

Sorrisinho afetado. Bush é texano, e os texanos sorriem mais do que a maioria dos americanos. O presidente Jimmy Carter era outro sulista que sorria o tempo todo, e isto preocupava os nortistas, que temiam que ele soubesse de alguma coisa que eles não sabiam.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...